18 de jan de 2014

Pesquisa: o que todos querem é mamar!

Um bom boquete e aquela pegada...

Pela Pesquisa Homem RG, podemos seguramente dizer que o sexo oral é a prática mais apreciada pelos homens (a pesquisa é direcionada para os gays), seguida pela boa e velha pegadinha ou pegação - e, para ser mais antigo ainda, a conhecida mão boba.

Seja ativo ou passivo, quase que 100% dos homens querem mesmo é botar uma bem grande na boca. Alguns fazem carão, dizem que não tem coragem ou vontade mas, na hora do tesão, caem de boca como se não houvesse amanhã. Enquanto a grande maioria quer 'chupar o pau do outro', metade quer somente 'meter na boca do outro'. Ou ainda, para cada dois ou mais boqueteiros, apenas um macho disposto a ser chupado.

Apostando nisso, muitos passivos exibem o pacote ou até o pau duro durante a pegação, atraindo o outro com a 'propaganda enganosa', mas que costuma funcionar assim mesmo - aliás, se todos querem chupar... E acabam tendo que pôr pra mamar também.

Em outras palavras, é mais fácil encontrar um passivo que não curte fazer um boquete do que um ativão. Contudo, não podemos fazer nenhuma ligação com a preferência sexual (ativo / passivo), haja vista que a grande maioria pode desempenhar os dois papéis na cama - versátil. Culturalmente, os gays cresceram dentro do armário, ocasionando uma grande incidência de sexo entre desconhecidos, talvez pela necessidade de aproveitar a rara oportunidade de experimentar um dos seus objetos de desejo secreto: o corpo masculino - 70% dos homens transam ou fariam sexo com desconhecidos.

Se o homem é mais ligado à visão, ao tato, ao corpo... (ao palpável), ao momento isolado do contexto (desconexo), mais do que as mulheres, que preferem algo mais abrangente, entra também a questão do sexo confessional, geralmente agressivo, com direito a não encontrar nunca mais com o cabra - uma maioria de 61% dos homens apreciam o hard sex.

Também se relacionam aqui os prostíbulos, inferninhos... com salas escuras e glory holes que dispensam qualquer outro vínculo entre os parceiros, a menos que o estritamente sexual. Nas saunas, cabines e cinemas pornô, para quem procura ativos, a briga é de quem bota a mão primeiro, como se dissessem 'peguei primeiro!' e 'então, serei a passiva', antes que o outro queira desempenhar o mesmo papel.

Além de muito excitante, o sexo oral pode ser associado como ato de submissão ao parceiro, sendo evitado por aqueles que não saem do armário nem debaixo de outro macho. 'Botar pra mamar' é um ato por si só violento (de violação), de dominador para dominado. Por outro lado, esta é a principal fantasia erótica de muito machão e bissexuais.

Já ouvi muito a frase: "buceta eu tenho em casa!", vinda de homens casados ou que tem namorada, para dizer que, com outro homem, o que querem mesmo é fazer diferente - ultrapassar seus limites. Entre comer uma garota ou um cara, melhor comer a garota (já que ela não tem pau) e dar para o cabra. Até porque é muito mais fácil comer uma mulher do que dar para outro homem.

Uma filosofia masculina muito usual, principalmente entre aqueles que curtem uma fugidinha secreta. No swing ou nas relações entre casais que gostam de ir pra cama com mais outro homem, o marido deixará que coma sua esposa, desde que dê a ele o mesmo em troca: rola! E tem aqueles que, mesmo não fazendo anal, mantêm a ereção com o pau do colega na boca enquanto mete na mulher.

Para quem está acostumado, talvez nem faça questão, mas para os enrustidos... até gozada na boca ou na cara pode ser permitido como um ato subversivo à própria integridade moral do esteriótipo de homem macho. Os que procuram programa com travestis, por exemplo, héteros por natureza (se não, iriam em busca de michês), não dispensam uma pegada e, principalmente, uma boa chupeta na boneca - um 'grelo' avantajado. Para estes homens, são mulheres com um detalhe a mais, o que só aumenta as possibilidades de prazer no ato sexual - afinal, comer um traveco seria óbvio demais.

Tanto 'botar pra mamar' quanto 'deixar que metam na sua boca' são grandes prazeres relacionados ao fascínio pela anatomia masculina (o falo), ou na fantasia sexual atrelada à dominação - a 'espada'.

Bater com o pau na cara, apertar o troço com as mãos e... encher a boca numa bem grande, são fantasias que nem sempre se realizam na real (por medo, tabu, timidez ou orgulho masculino) mas, com certeza, é fato constante durante a masturbação, onde a imaginação pode ser contemplada ao máximo, e sem ninguém ficar sabendo.

Nos chats ou comentários das redes sociais direcionadas à pegação gay é muito mais fácil encontrar gente querendo fazer passivo ou, simplesmente, pegar numa rola e chupar. Mas, ver homem procurando outro, com o discurso de ativo 100% e caçando gente pra só chupar o seu pau é muito mais raro - isso, entre os poucos que se arriscam, uma vez que na hora H a coisa pode mudar fácil de figura.

Veja também: Prazer Oral

12 comentários:

  1. Fantástico. Não tem outro prazer mais fantástico do que um belo boquete, chupeta ou sexo oral. Os adeptos do Gouinage que o digam, mas cá entre nós, quem não se pegou imaginando, onde quer que fosse, receber (ou fazer) uma boa mamada. E ai Fred, qual o lugar mais inusitado que fez ou recebeu uma? (Se quiser responder claro).

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Opa! não conhecia este termo Gouinage e merece uma postagem sobre (obrigado pela sugestão). Quanto à pergunta, o lugar mais diferente foi num mosteiro - parece papo, mas havia entrado lá para conhecer e, de repente, recebi foi uma bela cantada de um dos monges que me levou para uma sala reservada. O mais difícil foi ficar olhando para um retrato do papa que tinha na parede enquanto ele mamava... foi até engraçado kkk

      Excluir
    2. Olha acabei dando a sugestão sem querer, mas tinha notado mesmo que não existia nenhum post sobre aqui no Blog. Olha no mosteiro goi bem campeão hein. Mas como diria uma personagem, que esqueci o nome no momento: - Esses mais cheios de tabus costumam ser os mais despudorados na cama (ou no mosteiro, no seu caso).
      E agora vou aguardar a postagem sobre o Gouinage hein. Abraços.

      Excluir
  2. puta que pariu adoraria foder com um monge ! muito bom adoro aventuras sexuais fora do comum adorei o post fantasias homossexuais ja me imaginei fodento com um centauro , lobisomen , nossa ! adoro os seus textos
    vc não troca links de parceria ? se quiser
    http://bombadosclub.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Eduardo! manda uma foto/imagem do seu blog que coloco um link aqui também. Abraço e muito obrigado!

      Excluir
  3. Sou Hétero, mesmo assim, adoro chupar a rola do meu primo.
    as vezes, a gente até faz um 69, mas a rola dele é muito gostosa de se chupar.

    ResponderExcluir
  4. Delicia vc hetero chupando seu primo fiquei de pau (19cm ) só de pensar

    ResponderExcluir
  5. Pra mim chupar um cara eu preciso sentir atração por ele,pra ele me chupar tanto faz,só não pode ser afeminado.

    ResponderExcluir
  6. Eu adoro mamar uma rola.É uma loucura sentir a pulsação da rola na boca e quando comça a mamar na cabeça da rola sentir os jatos delicioss do mingau.HUMMM..ADOOOOORO.

    ResponderExcluir
  7. Tenho 54 anos e tenho um amigo dois anos mais velho. Sempre me imagino chutando a pica dele, já tentei me declarar para ele mas tenho medo de perder a amizade que é muito preciosa para mim. Aí, fico só na saudade...

    ResponderExcluir

Deixe aqui seu comentário ou envie sugestões, fotos e vídeos para homemrg@gmail.com