23 de jan de 2014

O nu frontal masculino no cinema

Os peladões da telona

No cinema, se o assunto passa pela sexualidade (e é bem difícil alguma história adulta que não entra neste assunto), muito provavelmente terá cenas sensuais, de sexo ou de nu. Como a nudez ainda é um tabu para a maioria, é geralmente evitada, passa rapidamente, ou é mostrada fora de foco ou de enquadramento, mesmo fazendo parte do contexto - tentando uma distinção com a pornografia.

Em filmes como Instinto Selvagem (Basic Instinct, 1992), por exemplo, Sharon Stone e Michael Douglas revelavam na época que não havia como fingir nas cenas de sexo do longa, preferindo transarem de verdade. Assim como os diferentes tipos de beijo (técnico, selinho, de língua...), temos o costume de separar a 'intenção sexo' dos filmes e fotos nas seguintes categorias (para os homens): Sensual - poses sensuais com ou sem roupas, sem mostrar os genitais nem o traseiro nu, geralmente sem camisa, de sunga, podendo também ter detalhes como marca de sunga e silhuetas indicando ou insinuando a nudez; Erótica - mostra a bunda ou marcas do volume na sunga, na calça ou no calção, podendo estar o modelo ou ator excitado (meia bomba); Pornográfica - mostra tudo e mais um pouco, com o pau duro e até gozando.

Por analogia, o 'sensual' seria um romance, um namoro; o 'erótico' seria o sexo ou as preliminares; e o pornô, o orgasmo e o êxtase. Ou seja, quanto mais erótico e explícito, mais 'chocante'. E a própria nudez masculina pode também ser mais light ou mais escancarada. Contudo, são conceitos bem relativos e frágeis - na moda e nas artes visuais, por exemplo, esta distinção pode não estar tão bem definida assim.

Bruno simulando uma cena de sexo
É o que ocorre no cinema também - a sétima arte. Uma cena de nudez, ainda que frontal, pode não ter nada a ver com erotismo. Por outro lado, outras podem ser bem sórdidas, mesmo sem mostrar ninguém pelado. Na comédia Bruno (2009), um dos personagens do ator e comediante britânico Sacha Baron Cohen, as cenas que poderiam ser 'pornográficas' (uma delas é um super close no pau do protagonista, e duro!) acabam não chocando tanto pelo simples fato de serem também hilárias.

O que é considerado normal, inocente, artístico ou indecente, depende totalmente da cultura de cada povo, ou de como as pessoas lidam com cada tipo de comportamento. Uma mesma cena pode ser 'safadeza' para uns e totalmente inofensiva para outros. Assim, na era dos tubes de vídeos, muitos compartilhamentos são excluídos, seja por violação de direitos autorais, ou por exibir "conteúdo ofensivo / inadequado", ou ainda, em outras palavras, pornográfico. O que hoje poderia ser uma escolha de quem vai ver o vídeo e não de quem produziu ou disponibilizou na web. Afinal, nem cinema e muito menos a internet são como as TVs abertas, onde ainda se faz sala com a respeitosa família reunida.

No cinema, vai quem quer e, nos filmes mais 'pesados', quem pode ou que seja maior de idade. A classificação indicativa, a antiga (ou atual) censura, procura basicamente as cenas de sexo e de nudez, verificando a partir de quando (para maiores de...) recomenda-se assisti-las. O grau de violência ou teor agressivo de determinada sequência é o que determina este senso. A própria abreviação NSFW (Not Safe for Work ou Não Seguro para o Trabalho) virou uma gíria nas redes sociais como uma indicação de alerta para os conteúdos impróprios para serem vistos em locais públicos ou no trabalho, geralmente com nudez, sexo e, ou pornografia.

"O peladão de Hollywood" Ewan McGregor
Entre os atores, tem aqueles que não ligam a mínima em tirar a roupa e ficar pelado no set de filmagem. Para estes, o que vai determinar se farão nu frontal ou não será o cachê, a importância do trabalho ou do personagem - assim como o ator 'veste os personagens', também pode ficar sem roupa por conta deles. Outros fazem ressalvas, assinando contratos que limitam detalhadamente o que pode e o que não pode ser feito e mostrado. E tem aqueles que nem se pagarem um bilhão (será?).

O The Huffington Post disponibilizou um vídeo de 2,5 minutos com mais de 50 cenas de filmes que tiveram nu frontal de ator. O jornal pontuou também sobre a dificuldade para encontrar este tipo de material quando o assunto é nu masculino, sendo as mulheres muito mais exploradas neste sentido. Mesmo assim, o conjunto surpreende pela quantidade de atores de renome, como Richard Gere, Kevin Bacon e Jason Segel, para citar algumas destas celebridades. O ator Harvey Keitel já se mostrou nu em pelo menos quatro filmes, e Ewan McGregor ficou conhecido como "o peladão de Hollywood" (são pelo menos cinco filmes que tem ele em cena peladinho). De qualquer forma, sendo bom ou não o filme ou o ator, não deixa de ser um ato que gera curiosidade no público e de muita coragem. Veja o vídeo:

video
A Salute To The Male Full Frontal (NSFW)

Veja a lista dos filmes na ordem em que aparecem no vídeo:
Nu Frontal Masculino no Cinema

Shame (2011) / Zack and Miri Make a Porno (2008) / Quills (2000) / Bad Lieutenant (1992) / The Indian Runner (1991) / American Gigolo (1980) / The Talented Mr. Ripley (1999) / Wild Things (1998) / Any Given Sunday (1999) / Young Adam (2003) / Trainspotting (1996) / In the Cut (2003) / Hall Pass (2011) / Walk Hard: The Dewey Cox Story (2007) / Forgetting Sarah Marshall (2008) / Ulysses' Gaze (1995) / American Reunion (2012) / Taking Woodstock (2009) / EuroTrip (2004) / Art School Confidential (2006) / The Piano (1993) / Kinsey (2004) / 2 Days in Paris (2007) / A Good Old Fashioned Orgy (2011) / Watchmen (2009) / Your Highness (2011) / Jackass Number Two (2006) / Basket Case (1982) / Sideways (2004) / Russian Dolls (2005) / Velvet Goldmine (1998) / Observe and Report (2009) / The Fisher King (1991) / Pink Flamingos (1972) / Brüno (2009) / American Animal (2011) / I'm Still Here (2010) / Y Tu Mamá También (2001) / Borat: Cultural Learnings of America for Make Benefit Glorious Nation of Kazakhstan (2006) / Super Troopers (2001) / Eastern Promises (2007) / Get Rich or Die Tryin' (2005) / Bronson (2008) / Who's That Knocking at My Door (1967) / The Pillow Book (1996) / Rust and Bone (2012) / The Dreamers (2003) / The Crying Game (1992) / A Clockwork Orange (1971) / The Brown Bunny (2003) / Boogie Nights (1997)

Christopher Meloni e Brian Bloom na série Oz (1997 - 2003)

Manu Bennett em Spartacus (2004)

Filme Sem Controle (1980)

Outras listas:

Lista completa com Nudez Frontal Masculina no Cinema (E-Pipoca)

Os 10 Melhores Nus Frontais Masculinos (salon.com)
1. Mark Wahlberg, "Jogos de Prazer" (Boogie Nights) 2. Jaye Davidson, "Jogo de Lágrimas" (The Crying Game) 3. Todo o elenco, "Calígola" (Caligola) 4. Jason Segel, "Um Belo Par... de Patins" (Forgetting Sarah Marshall) 5. Ewan McGregor, "O Livro de Cabeceira" (The Pillow Book) e "Young Adam" (Young Adam) 6. Ben Stiler, "Doidos Por Mary" ("There's Something About Mary") 7. Dr. Manhattan, "Watchmen - Os Guardiões" (Watchmen) 8. PJ DeBoy, Paul Dawson, Jay Brannan, "Shortbus" (Shortbus) 9. Vincent Gallo, "The Brown Bunny" (The Brown Bunny) 10. Harvey Keitel, "O Piano" (The Piano) e "Bad Lieutenant"

Mark Wahlberg em Jogos de Prazer (1997)


Tirésia (2003) com Clara Choveaux

13 comentários:

  1. O incrível é que tudo isso é movido pela vontade masculina de se esconder. Acho que não passa de uma ideia machista de que a mulher pode ser vista e admirada, já a beleza masculina, repudiada, escondida, secreta. Mal sabem esses que as escondem, as diversas belezas masculinas, que acabam por deixá-las ainda mais saborosas ao serem descobertas. Mais uma vez excelente post, abraços.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. MAYCON GOSTEI DE VC TEM FACE SKYPE? VISITE MEU BLOG!

      Excluir
    2. Opa, tudo bom Eduardo? Tenho skype sim, adciona ai: mayk_dog, e também vi seu blog, e posso dizer que ele é extremamente excitante. Abraços.

      Excluir
  2. Fred, seu blog é incrível! Já li diversas matérias por aqui e, se eu fosse comentar em todas, ficaria horas e mais horas, por isso decidi escolher a que mais me chamou atenção!
    Quero parabenizá-lo pela forma leve e sucinta com que escreve, fazendo com que eu me perca em cada palavra acompanhada por essas imagens excelentes!
    Mais uma vez, meus parabéns!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Valeu Salazar! Fico feliz de verdade com retornos assim, e não deixe de comentar não - é um norte importante para que o blog melhore cada vez mais. Sinta-se à vontade e muito obrigado! Abraço

      Excluir
  3. esse ai nao é o Mark Wahlberg

    ResponderExcluir
  4. Como e linda a nudez masculina.....E mais lindo ainda o prazer que 2 ou mais homens nus podem ter juntos.....Só quem nuna sentiu o contato sexual entre homens pode ser contra os gays.......Que se façam cada vez mais filmes com homens totalmente nus para nosso prazer.

    ResponderExcluir
  5. Se tiver fazendo frio no ambiente,o cara pode passar vergonha,porque o pau encolhe mesmo.Gostei da nudez lateral do Richard Gere.Muitas cenas de nu frontal masculino vista hoje na internet,quando passava no cinema tal cena desaparecia.

    ResponderExcluir
  6. Parabéns. ..excelente.temos que acabar com esse tabu do nu masculino Afinal somolindos tanto homens e mulheres

    ResponderExcluir
  7. Quem o de cima nao e Mark e outro alguem sabee

    ResponderExcluir
  8. ola blz com vcs an doro um nu em cinema meadicionem carlos meu skipe neno acre

    ResponderExcluir
  9. Ainda é um grande tabu a ser quebrado no mundo machista até hoje.

    ResponderExcluir

Deixe aqui seu comentário ou envie sugestões, fotos e vídeos para homemrg@gmail.com