19 de fev de 2013

Romance Gay Indiano

Bollywood Gay

[Contém Spoiler] You Can't Curry Love é um short film ou curta-metragem indiano de Reid Waterer, de 2009. Sabemos que na Índia, o Bollywood é como nossas novelas ou como a Hollywood para os americanos - daí o nome, Bollywood, um estilo de cinema genuinamente indiano, exportado e admirado no mundo todo.


No curta, Vikas (Ashwin Gore) é um londrino, de origem indiana, que faz uma viagem a trabalho para Índia, podendo verificar que, mesmo tendo suas raízes étnicas naquele país, não passava de um estrangeiro. Vikas vivia uma vida certinha, com um chefe bonitão e obcecado por ele, sempre com insinuações e trocadilhos em forma de cantadas. Uma situação bastante cômoda para o jovem e promissor funcionário, mas que também sentia falta de algo mais intenso. Mesmo com total aversão ao seu país de origem, apenas pelas lembranças impostas pela mídia internacional, Vikas aceita a tarefa e parte para Nova Deli.

Chegando lá, ele conhece Sunil (Rakshak Sahni), um indiano solitário, que trabalhava como recepcionista em um pequeno hotel. Como não havia mais vaga, Sunil oferece seu próprio quarto para o visitante, já apaixonado a primeira vista. Vikas aceita de imediato, e eles começam o romance.

Durante sua estada na Índia, o casal - um indiano de verdade e um outro mais para londrino mesmo - faz vários passeios turísticos por Nova Deli, enquanto namoram e conversam sobre as diferenças culturais entre seus países. Eles comentam o costume dos homens indianos, em andar pelas ruas de mãos dadas, ao mesmo tempo que a repressão contra os gays naquele país faz com que ninguém seja abertamente homossexual. E Vikas experimenta passear de mãos dadas com Sunil - pra eles, feito namorados, mas nada convencional, se fosse em Londres.

Eles também comentam sobre o sistema de castas - lembra do Bahuan, em Caminho das Índias (India, Una Historia de Amor)? Sunil só responde, dizendo que concorda que deva haver melhorias no tratamento para com os Intocáveis. E tenta convencer o namorado estrangeiro, que cada classe tem um papel importante na sociedade, realizando, cada uma, serviços mutualmente benéficos. E ainda alfineta mais: 'Se as pessoas do seu país não negassem tanto os serviços manuais, não haveria tanto desemprego por lá', referindo-se aos imigrantes que vivem nos EUA ou Europa, servindo para fazer os trabalhos manuais e domésticos, e sofrendo preconceito quando querem mais do que isso. Já 'um Dalit pode se tornar um político', ressalta Sunil.

Durante o namoro dos dois, são citados também outros temas, destacando o choque entre as suas culturas. Vikas foi abordado por um Hijra, que são os 'travestis santos' da Índia. Eles tem o mesmo jeito espalhafatoso mas são considerados uma casta especial, com o costume em oferecer suas bênçãos em troca de dinheiro. E se não der... Eles podem lhe amaldiçoar.  (Os Hijra são percebidos pela sua família como pessoas do terceiro sexo, desde os tempos de criança e, ter um filho assim, seria muito auspicioso. No Brasil, por exemplo, os pais também percebem a homoafetividade do filho desde cedo mas, nem eles, nem o filho, ousam comentar o assunto, pelo menos na infância. A diferença é que o nosso pensamento é cristão, e reserva o sexo somente aos adultos, tendo ainda que ser íntimo e privado. Para os indianos, a relação com as intimidades da vida são ensinadas desde muito pequeno, nas histórias contadas pelos mais velhos, na visão do Kama Sutra, ou no engraçado, para nós, hábito das crianças indianas, em ficarem espiando a noite de núpcias dos recém-casados da família).

Ao retornar a Londres, seu patrão e admirador assumido propõe que eles passem a viajar juntos, dividindo quartos de hotel, a mesma cama... Uma happy life regada a champanhe.  Mas Vik, preferiu a segunda opção: voltar para Nova Deli e viver feliz para sempre com o seu amor Sunil. No final do filme tem até uma dancinha de Bollywood com os personagens principais. E, se a Índia que é a Índia conseguiu, por que não uma novela gay no Brasil?  Fred G.

Assista You Can't Curry Love - Full Movie - Filme Completo:


Veja também:

Relacionados: filme gay movie short film curta metragem ator man men homem sexo sex romance love indian bollywood sinopse sinopsis

2 comentários:

  1. O filme parece legal.

    Mas posso dar uma sugestão, Fred? Não conta o final do filme. ;)

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Deixei um aviso pra quem não curte spoiler ok ;))

      Excluir

Este comentário poderá ser publicado no novo site homemrg.com