8 de fev de 2013

Pé na Cova, de Morrer de Rir

Pé na Cova é a nova série para TV (Globo) de Miguel Falabella, que está ficando melhor a cada episódio. No programa de ontem (7/2/2013), Quero Morrer no Carnaval, trouxe inúmeros personagens do cotidiano a tona, no humor tipicamente Falabella, gracioso e áspero (no caso da série, mórbido e hilário). Quase morri com o povo cheirando o morto pra conferir se era mesmo um travesti. Pra começar, a família da série tem como principal negócio uma funerária.




O elenco é ótimo e as personagens mais ainda. O texto brinca com tudo que evitamos falar, morte, sexo, preconceito, verdades e franquezas, supostos defeitos e fracassos... De uma forma leve e, as vezes, até fingindo não saber o significado das palavras e das coisas, deixando para o telespectador a vontade de corrigir em voz alta pra televisão, tendo este a sensação de saber o que aquela ingênua trupe não sabe. Outra marca de Miguel com personagens 'Arca de Noé', representantes de quase toda a bio diversidade cultural, destacando os gays e similares, com nomes comicamente escolhidos.



As participações especiais são mesmo especiais, com Preta Gil e a gigante Laura Cardoso. Como se não bastasse o elenco fixo, com Marília Pêra (Darlene) e Mart'nália (Tamanco). Além destes, todos os personagens são bem esquisitos e caricatos, sem deixarem de ter luz própria. Exemplos disso são as irmãs gêmeas, uma negra e outra branca, Soninja (Karin Hils) e Giussandra (Karina Marthin), e um travesti, que trabalha durante o dia de mecânico, o Marcão ou Marcassa (Maurício Xavier) [Foto], todos muito engraçados. E a babá autista (Niana Machado)? 'Tem como não amar?'

Visualmente, figurino, cenários, maquiagem... são próximos ao carnavalesco contido de Pedro Almodóvar, acrescido com uma tensão psicológica meio Woody Allen, deixando as reticências das cenas e diálogos para serem experimentadas exclusiva e individualmente por quem assiste. Longa Vida, Pé na Cova!  Fred G.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Este comentário poderá ser publicado no novo site homemrg.com