2 de fev de 2013

120 Nomes para o Pênis

Pode ser Rôla, o Instrumento / Atrasa Merda e Cano / Benga virou Documento / Bráulio se chama Tucano / Coitado do podre Cunhão / Seu nome virou palavrão / Na boca do ser humano. (Edildon Biol)

No pequeno poema de Biol podemos perceber algumas das características na antiga prática em apelidar as pessoas e coisas. Um segundo nome, terceiro, quarto... Servindo como código de um grupo, gíria ou traduzindo sua utilidade prática. As vezes um vocativo que revela a vontade de quem diz. Outros funcionam como os nomes que damos a filhos, alguns com sobrenome, 'brasão da família' e tudo! Estes, de forma carinhosa ou eufenista, quase sempre no diminuitivo (Junior) ou, no caso do órgão genital masculino, quase sempre no aumentativo - 'pai coruja'!

Nome: 'Palavra que designa pessoa, coisa ou animal, qualificação; título, honra, reputação, fama; dar nome a: apelidar, tornar famoso'. Apelido: 'Denominação ou título distintivo, que designa alguma qualidade notável ou característica; nome particular que se dá a alguma coisa; designação alusiva a algum defeito da pessoa'. Eufemismo: 'Ato de suavizar a expressão de uma ideia, substituindo a palavra por outra mais agradável, suave, delicada, carinhosa ou polida'.


Uma gíria é um fenômeno de linguagem usado por grupos sociais específicos, sejam referentes a uma classe social, profissão ou região. São formadas por palavras não convencionais para dar significado a coisas, atos ou objetos comuns do cotidiano. Elas podem ser usadas a fim de fazer humor (piada) ou para fazer distinção entre grupos ou tribos, funcionando como um código. Ao longo dos anos, as gírias e os apelidos são utilizados pelas pessoas para se diferenciar uma das outras ou expressar formas de pensamento e emoções. E, a cada nova geração, um novo grupo de gírias é criado e incorporado em nosso dia a dia. São nomes que entram e saem da moda e revelam em texto o imaginário de uma época.

Os apelidos também são usados como xingamento ou palavrão. Seja num ato de preconceito social ('bicha', 'preto', 'gordo'...) ou de comportamento ('consolos' para vibradores, 'manja rôla', para óculos).  Como de costume, os palavrões e xingamentos são geralmente extraídos dos apelidos que damos às nossas partes íntimas: ânus, pênis e vagina (Cu, Cacete e Buceta). Aprendemos estes  Nomes Feios desde a primeira infância.

Ao longo dos tempos, a sexualidade teve seus momentos de repressão e liberação. Situações em que 'não ficaria bem para uma moça de família' dizer, por se tratar de partes íntimas, eram substituídas por outros nomes, menos agressivos, como Passarinho, por exemplo. Em momentos ainda mais tímidos, somente as reticências do tipo Ele, Aquele, , nas Partes, ou em nomes genéricos como Amigo, Garotinho ou Menino, são utilizados para falar do que diferencia o homem da mulher: o pênis!

A maioria dos nomes e apelidos das coisas vão de acordo com a aparência ou significado que elas tem. Para o órgão genital masculino, imagina chamar o pobre de coitado? Um dos nomes mais utilizados, dado ao grande amigo dos homens é Piroca, que significa originalmente (do português arcaico) “aquele que não possuí cabelo; careca; calvo”. Na Idade Média a palavra passou a ser referência ao sexo do homem pela semelhança com a cabeça do pênis (a glande). Daí veio outros desdobramentos como Careca, CabeçudaChapeleta, entre outros se referindo a forma da ponta do genital masculino. Assim vieram também analogias com sua forma roliça: Rôlo, RoliçoCano, Canudo, Biscoito, Bisnada... E o mais utilizado, e há seculos, Pau, desdobrado em Tora, Madeira, Vara, Vareta, Pincel, Obelisco, etc.

A sexóloga Eliane Maio lançou em 2011 o livro O Nome da Coisa (Ed. Unicorpore), que tenta citar todos os termos utilizados para dizer Vulva ou Pênis, relacionados a temas como repressão sexual, educação, psicologia, licenciatura, pedagogia e sexualidade, além de expressões usadas para referir-se ao ato sexual e masturbação. A autora coletou 1.308 nomes, em 4.916 pessoas pesquisadas em palestras e dinâmicas realizadas em todo o Brasil, durante quatro anos. Foram 408 nomes só para Pênis.

Ainda em relação à forma, Cacete é um tipo de pão em Portugal (cacetinho). Este termo também é bastante usado por aqui, desde o Brasil Colonial, para substituir a palavra pênis. Cacete, Porra, Caralho, servem também para expressar uma surpresa, reclamação, humor... Positiva ou negativamente - característica dos apelidos em resumir todo um contexto. Para os termos Volume, Trouxa e Pacote, a forma observada é a do efeito que faz o jeito que o pênis é abrigado na cueca, na calça ou na bermuda, e não da Genitália propriamente dita. E você? Como chama ou gosta que chamam seu pênis?  Fred G.


Veja os mais de 120 Nomes e Apelidos para o Pênis na lista abaixo, alguns com desdobramentos e variações em aumentativo, diminutivo, ou relacionados de acordo com as semelhanças fonéticas ou de origem:


120 Nomes e Apelidos para o Pênis 

NOMES VARIAÇÕES
1 Alavanca
2 Anaconda
3 Aparelho
4 Arame
5 Arma Treisoitão AR-15
6 Badalo Badalhoco
7 Baga Bagaça
8 Bagre
9 Banana
10 Bastão
11 Bebê Baby Neném
12 Benga Bengala
13 Bereta
14 Berinjela
15 Bicho Bichão Bichano Bichino
16 Bilau
17 Bililiu Bila
18 Bimba
19 Bingola Bingulim
20 Brachola
21 Bráulio
22 Britadeira
23 Broca
24 Cacete Caceta Bisnaga Biscoito
25 Cajado
26 Caneta Canetão Canetinho
27 Canhão
28 Canivete
29 Cano Canudo
30 Caralho
31 Careca
32 Cenoura Quibe
33 Champingnon
34 Chapeleta
35 Chouriço
36 Chulapa
37 Cobra Serpente Cobrão
38 Cunhão
39 Documento
40 Dote
41 Equipamento
42 Espada
43 Espeto
44 Espiga
45 Espingarda
46 Estaca
47 Estrovenga
48 Fazedor de xixi Faz. de neném Faz. de 'Fi'
49 Ferpa Frepa Ferpão
50 Ferramenta
51 Ferro
52 Freio de Mão
53 Fudedor Fudêncio
54 Fusil
55 Galho Galhão
56 Ganso
57 Grelão Greludo
58 Guerreiro
59 Instrumento
60 Jeba Jamanta Jega
61 Joystick
62 Junior Juninho
63 Jurupoca Jiripoca Jirimpoca
64 Lalau
65 Lingüiça
66 Madeira Lenha Tora Tronco
67 Mala
68 Mamadeira
69 Mandioca
70 Mangalho
71 Manguasca
72 Mangueira
73 Manjuba
74 Mastro
75 Membro
76 Microfone
77 Mijador
78 Minhoca Minhocuçu
79 Monumento
80 Naba Nabo Neba
81 Neca Necão Nequinha
82 Nêga
83 Negócio
84 Nervo
85 Obelisco Foguete
86 Passarinho
87 Pau
88 Peia
89 Penisvaldo
90 Pepino
91 Periquito
92 Peru
93 Pica Picasso Picão
94 Pichula Pichuleta
95 Picirica Piciroca
96 Pila Pola
97 Pimpão Pimpo
98 Pincel Atômico Pincel
99 Pingola Pingulim Pingolão
100 Pinto
101 Pipi
102 Piroca
103 Pirulito
104 Pistola
105 Piupiu
106 Porrete
107 Putiutuco
108 Reta
109 Robalo
110 Rôla Rôlo
111 Sarrafo
112 Smilinguido
113 Tala
114 Tijolo
115 Torre
116 Trolha Trolhão
117 Tronco
118 Tubo
119 Vara Vareta Varão Varinha
120 Verga Vergalhão Vergalho

HUMOR: Aos 5 anos você o chama…     Pipi / Aos 15 anos você o chama…   Bilau / Aos 20 anos você o chama…  Pinto / Aos 25 anos você o chama…  Pica / Aos 30 anos você o chama…  Pau / Aos 35 anos você o chama…  Rola / Aos 40 anos você o chama… Cacete / Aos 50 anos você o chama… Membro / Aos 60 anos você o chama… Pênis / Aos 75 anos você o chama.. / Chama… / Chama… / E o Falecido não atende!

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Este comentário poderá ser publicado no novo site homemrg.com