14 de ago de 2016

Homens, gays, atletas, musos e olímpicos

homemolimpico.tumblr.com

Mesmo com ainda poucos atletas saindo do armário, as Olimpíadas Rio 2016 já é a edição considerada a mais gay de todas, com direito a pedido de casamento e beijo gay no play.

Viadagem à parte, se existe mesmo o tal Olimpo, este é visto e celebrado nas Olimpíadas, reunindo os atletas mais top do planeta, logo, os homens mais perfeitos do mundo! A diversidade é a maior possível, com uma miscigenação planetária, com jogadores de todas as cores e raças até nos times mais nórdicos.

A elite do esporte representa o melhor do aproveitamento físico, nas diversas modalidades, exibindo corpos verdadeiramente trabalhados, musculosos, bombados ou sarados e em todos os tamanhos, haja vista que cada tipo de esporte tem sua maneira de moldar a silhueta dos seus praticantes. E se o assunto é beleza, sensualidade, erotismo e até pornografia, o tumblr Homem Olímpico separa os melhores momentos da Rio 2016. Foto: Lucas Mesquita (o Gavião do SBT) para revista Junior Mais - ago/2016.


Bundalelê Olímpico!

Começando com um momento nada agradável, nesta história de "ser ou não ser" gay (será que deve ser mesmo uma "questão"?), um nadador gay da Rio 2016 posta um belo (e apetitoso) bundalelê, rebatendo um jornalista que tirou colegas do armário. Amini Fonua, atleta do Tonga – onde ser homossexual é crime, com pena de até 14 anos de prisão – desabafou no Twitter, depois que um site americano resolveu que seria uma boa ideia usar o Grindr, aplicativo para encontros gays, na Vila Olímpica, no Rio de Janeiro.

Além do fato de que a delegação de Tonga foi aquela que trouxe como porta-bandeira um morenaço sem camisa, todo untado no óleo, no desfile de abertura, nada de mais se o jornalista não fosse heterossexual e se não estivesse ali para expor conversas privadas em forma de matéria caça-cliques. Ele “tirou do armário”, inclusive, atletas de países onde ser homossexual é proibido, como foi o caso.

A notícia porém movimentou a internet e gerou uma bela reação de Amini Fonua, um bravo nadador do Tonga, merecedor de medalha de ouro com tamanha coragem e atitude. “Ainda é ilegal ser gay no Tonga e, embora eu seja forte o suficiente para ser eu mesmo diante do mundo, nem todas as pessoas são. Respeitem isso”, desabafou o nadador, em uma chuva de tuítes emocionados. Ele continuou: “Nenhum heterossexual jamais saberá a dor de revelar sua verdade e tirar isso é simplesmente… eu não consigo. Literalmente isso me leva às lágrimas. Imagine o único espaço onde você se sente seguro, o único espaço onde pode ser você mesmo, arruinado por uma pessoa hétero que acha tudo uma grande piada?” Fonua também se dirigiu diretamente ao jornalista e à publicação:  “Você me dá nojo. Consegue imaginar quantas vidas você acaba de arruinar sem nenhuma razão além de jornalismo caça-cliques? Vão se f. com seu privilégio branco, masculino e heterossexual oprimindo pessoas no armário que não conseguem viver sua verdade ainda. Vocês nos arruínam”.

No Instagram, para a alegria dos que gostam de ver uma bela bunda, Fonua postou um bundalelê irônico: “Dá um beijinho e sai fora! #orgulho”:


Depois dessa mega tirada com total categoria, restou aos editores do site remover o conteúdo. Na nota, explicaram que tratava-se de medida sem precedentes. Inicialmente tentaram apenas apagar os traços que pudessem identificar os atletas. “Nossa primeira reação era de que a remoção do texto na íntegra não era necessária. Estávamos errados. Sentimos muito. E pedimos desculpas a todos os atletas que possam ter sido comprometidos com a publicação. Nós erramos. Melhoraremos”.


Orgulho Olímpico

Entre os gays assumidos, aqueles que saíram do armário, independente de mérito à causa LBGT, os Jogos Olímpicos do Rio tem, pelo menos, 42 atletas que se assumem gays ou bi. Entre eles, apenas nove são homens, mas não deixa de ser um número recorde de atletas abertamente gays em olimpíadas. Dois deles são do hipismo e outros dois dos saltos ornamentais, como o brasileiro Ian Matos.

Robbie Manson
Nova Zelândia / Remo






Tom Bosworth
Reino Unido / Atletismo




Tom Daley
Reino Unido / Saltos ornamentais





Edward Gal
Países Baixos / Hipismo




Ian Matos
Brasil / Saltos ornamentais






Carl Hester
Reino Unido / Hipismo



Ari-Pekka Liukkonen
Finlândia / Natação






Hans Peter Minderhoud
Países Baixos / Hipismo



Jeffrey Wammes
Países Baixos / Ginástica artística







Os belos da bicicletinha

Conhecido por ser o país com maior diversidade, em todos os sentidos, e principalmente em se tratando do maior encontro esportivo entre nações do mundo todo, no Brasil, a abertura dos Jogos Olímpicos Rio 2016 tentou passar a mensagem do respeito às diferenças, com os direitos iguais e para todos, efetivamente.

Depois do clichê "Terra a vista!", com os índios e a colonização portuguesa, a escravidão dos negros africanos e as imigrações, gerando a nação dos "descendentes", cafuçus e mestiços, "juntos e misturados", então surge a modelo Lea T. sendo a primeira transexual a ter um papel de destaque numa abertura olímpica, na história dos jogos. A musa fashion abriu emblematicamente o desfile da delegação brasileira, trazendo a plaquinha do país numa daquelas bicicletas estilizadas da cerimônia.




E a tal bicicletinha deu o que falar nas redes sociais, seja pela bela sacada em iconizar a cultura brasileira pela "gambiarra", seja pelos gatos e musos que pedalavam nelas, para o delírio geral da nação, digo, das Nações Unidas! Veja nas imagens abaixo:








Musos Olímpicos

Mas nenhuma entrada foi tão "aplaudida" quanto a da delegação da Grécia e a dos Refugiados, precedidas por um belo rapaz (de bicicleta), arrebatando toda a internet com seu sorriso largo, com barba e bigode! Imediatamente, várias fotos do moço se espalharam pelo Twitter, onde todos perguntavam enlouquecidos quem era aquele gato, seu nome (e endereço!).

Logo o misterioso e 1º muso da Rio 2016 foi identificado - o modelo Bruno Krause. Além dele, outro ciclista, Douglas Leutze, também fez a festa da audiência. Reveja nas imagens abaixo:




Bruno Krause





Untado no óleo

Como se não bastasse tudo isso, ainda na Abertura dos Jogos Olímpicos, eis que surge outro macho sarado, todo besuntado de óleo de coco, desfilando sem o menor medo de ser indiscreto e feliz! O atleta escolhido para ser o porta-bandeira de Tonga, Pita Nikolas Aufatofua, simplesmente lacrou na cerimônia de abertura, brilhando (literalmente) pelo palco e nas TVs do mundo inteiro. Assistindo a abertura, nos moldes formais de todas as cerimônias e seus protocolos, de repente surge um homem 'bem dos gostoso', sem camisa, com o corpo brilhando de tão oleoso. A imagem rapidamente se tornou um viral nas redes sociais e, em poucos minutos, o lutador de taekwondo já estava na boca e na cabeça de todo mundo.

http://homemolimpico.tumblr.com/post/148554478736/rio2016-tonga


Ele chegou a ser convidado pela rede de televisão americana NBC, e foi besuntado ao vivo com óleo por apresentadoras do programa The Today Show. Aufatofua afirmou ao canal que não esperava tamanha repercussão. "Não com esta magnitude!", disse ele ao programa Newsday. O atleta explicou o significado do traje que usou na abertura dos Jogos Olímpicos: "É uma roupa muito tradicional em Tonga e nossa intenção era mostrar o que nossos ancestrais usavam quando iam para a guerra há 200 anos."

E por que o óleo de coco? "Quanto ao óleo... é óleo de coco, faz parte da nossa cultura besuntar o corpo com óleo quando usamos o traje tradicional", disse o atleta. Por último, Aufatofua disse que em Tonga a reação ao seu "uniforme" também teve grande repercussão. "Foi a primeira vez em muito tempo em que Tonga foi visto de uma forma ou outra pelo mundo." "Estão dizendo em casa que conquistamos a medalha de ouro mais rápida do mundo... antes mesmo dos Jogos começarem", disse ele orgulhoso.


Rio 2016... no Tinder

Dimitris Koulouris, Roland Schoeman e outros belos atletas estão no Tinder! Parece que eles chegaram no Brasil querendo o ouro, mas também estão em busca de uma boa pegação. Já pensou engatar um romance com um atleta olímpico? Veja algumas opções:

John Gordon Perrin - Vôlei

Dimitris Koulouris - Natação
Bart Deurloo - Ginástica

Brijesh Lawrence - Atletismo


Marcos Rodrigo Pasin - Hóquei

Ricky Robertson - Atletismo

Victor Sintès - Esgrima

Jhonny Perez Urena - Natação

Emmanuel Matadi - Atletismo

Roland Schoeman - Natação


Qual seu esporte favorito?

O tipo físico de cada atleta vai depender da modalidade de esporte que ele pratica. Quem nunca se referiu a 'uns pernão', dizendo "pernas de jogador de futebol", ou as "asas" dos nadadores profissionais, as bundas dos jogadores de rugby, o corpo elegante dos tenistas, os touros do levantamento de peso, etc. Referir-se a um corpo atlético muitas vezes suscita a ideia de que, como o adjetivo diz, seja atlético e perfeito, com massa muscular marcante, bíceps avantajados e tanquinho pronunciado, contudo, numa grande variedade de alturas, larguras, gorduras e musculaturas de formas do corpo e da massa muscular que compõem os físicos dos atletas de cada esporte olímpico. Assim, maratonistas costumam ser bem mais magros e leves do que arremessadores de peso, por exemplo.









Entre especialistas e apaixonados por cada detalhe do esporte e aqueles que só acompanham por causa do visual, pra ver quem é mais bonito, os atletas mais belos das Olimpíadas, certamente algumas modalidades despertam uma maior curiosidade, especialmente quando o assunto é o próprio corpo à mostra do jogador. Assim, além do rugby, onde os jogadores estão quase sempre se pegando, as lutas e seu lado ogro de ser masculino, principalmente a luta greco-romana, com um verdadeiro show de spandex, bulge (volume no meio das pernas), com lances e barrancos dos shorts apertados ou largos dos jogadores, patoladas na mala e tudo que manda a fantasia por macho sarado e viril.

Veja também:


E entre os mais belos atletas, tem as estrelas e astros dos esportes que também participam de campanhas publicitárias caríssimas, geralmente posando com pouca ou nenhuma roupa, pelado! - é comum de acontecer nos calendários voltados ao público gay masculino, com os gatos e craques mostrando o máximo de sua perfeição, bem como nos comerciais de cuecas e, claro, de roupas esportivas.

Galeria Homem RG
#Rio2016



Phelps

Kobe Bryant, USA

Cameron van der Burgh, África do Sul

Bolt


Roland Schoeman

Clemente Russo, Itália

Giuseppe Lanzone, USA


Rafael Nadal



Alex Ranghieri, Itália

Jake Dalton, USA

Alex Naddour, USA

Chad Le Clos, África do Sul

Andre de Grasse, Canadá

Kyrie Irving, USA

John Mann, USA

Tyson Gay, USA




Arthur Mariano


Guilherme Toldo

Tom Daley & Dan Goodfellow


Acompanhe os melhores lances e os mais belos
atletas das Olimpíadas Rio 2016!

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Deixe aqui seu comentário ou envie sugestões, fotos e vídeos para homemrg@gmail.com