19 de abr de 2014

Os coelhinhos mais gostosos da Páscoa

Sexy Easter Bunny!

Não é de hoje que muitas datas comemorativas como Natal e Páscoa deixaram de ser meras homenagens no calendário religioso. A sociedade capitalista acaba transformando tudo em festa, com direito a vendas de souvenirs, comida típica, presentes e até de fantasias para vestir e comemorar. Também tem o fascínio por símbolos, como o Coelhinho de Páscoa, seja com as intenções mais singelas até as mais safadinhas.

As representações do Coelho da Páscoa fazem referência à esperança da vida com o nascimento, assim como o Ovo, o espaço / tempo de uma nova vida. Em inglês, a expressão Easter Bunny significa Coelhinho da Páscoa, um dos representantes do dia em que Jesus Cristo ressuscitou depois da sua paixão e crucificação.

Nas florestas, após um longo inverno e com a chegada da primavera, os coelhos são os primeiros animais a saírem de suas tocas, inspirando assim vários povos, desde a antiguidade, tendo-os como símbolo da fertilidade. Contudo, os coelhos só viraram mesmo um símbolo da Páscoa no Brasil no final do séc. XIX, com a ideia trazida pelos imigrantes alemães.

Uma antiga lenda conta que uma mulher pobre coloriu alguns ovos e os escondeu em um ninho para dá-los a seus filhos como presente de Páscoa. Quando as crianças descobriram o ninho, um grande coelho passou correndo, criando o mito de que seria ele quem havia trazido os ovos.

Assim e segundo a tradição alemã, as crianças procuram no Domingo de Páscoa pela a casa os ovos de chocolate 'presenteados e escondidos pelo coelho' - o Papai Noel da Páscoa.

Também na Alemanha, cerca de 2 mil coelhos, livros, ovos decorados, cartões-postais, guardanapos, quadros e outros trabalhos relacionados à comemoração da Páscoa podem ser vistos no Osterhasen Museum de Munique, o primeiro Museu de Coelhos de Páscoa do mundo. O fofinho e simpático coelhinho ganhou status de protagonista da comemoração cristã, transformando-a em uma grande e divertida festa pagã dos coelhos fanfarrões e ovos de chocolate.

Fora a tradição religiosa (e também antes disso), a figura do coelho é vista pura e simplesmente como símbolo de fertilidade - de sexualidade potente e desenfreada. Não é à toa que 'máquinas de sexo' do tipo go-go boys, strippers, garotos de programa e a logomarca da revista masculina mais famosa do mundo fazem alusão às longas orelhas do bichinho (ou bichão) peludo - o coelhinho da Playboy foi escolhido como símbolo por seu interesse desinibido e sempre alerta para o sexo.

Ainda no assunto erotismo, mais especificamente o mercado erótico, Mr. Rabbit (Sr. Coelho) é o nome de um famoso vibrador feminino, que se diz ter a combinação perfeita para a obtenção de orgasmos múltiplos e intensos, com sua vibração, rotações e movimentos que simulam a penetração. No rock, "coelhinho peludo" é um dos palavrões mais pornográficos da música Bichos Escrotos dos Titãs (1986). E no furry sex, gay ou heterossexual, com fantasias de coelhos de pelúcia, ainda que só uma máscara ou orelhas, sempre ávidos com sensualidade e sedentos feito... coelhos!

Veja mais fotos  e vídeos relacionadas:
Os coelhinhos mais gostosos da Páscoa
Inclui humor, pornô e cartoons
















André Coelho






















Harry Louis

Ricco Puentes 2 - scene 1 Sacanagem na loja de fantasias

Fodendo o coelhinho de pelúcia

Easter Bunnyz



2 comentários:

  1. caralho coelhos são animais super sexy exalam sensualidade adoraria foder com o cara com mascara de coelho que filme é esse do gift? tesão demais

    ResponderExcluir
  2. olha o rabudo do sky woods de coelho me deixou doidão queria um coelhão musculoso me comendo fred tu gosta né safado de um coelhão fodelão mais coelhos musculosos vai
    abrç

    ResponderExcluir

Deixe aqui seu comentário ou envie sugestões, fotos e vídeos para homemrg@gmail.com