11 de jan de 2016

No Paints Subway Ride 2016

Viajando sem as calças...

Em seu 15º ano, aconteceu neste domingo (10/01/2016) o No Pants Subway Ride ("sem calça no Metrô"), em Nova York. O "dia sem calça" começou como uma brincadeira do grupo teatral de improviso Improv Everywhere, em 2001. Com o tempo e na tendência global, outros passageiros de metrô também aderiram o coletivo, em Praga, Berlim, Londres, Paris, entre diversas cidades do mundo - todos pegando metrô, como de hábito, porém, sem as calças, mostrando suas pernas e roupas íntimas.

Conforme o próprio Improv Everywhere, os únicos requisitos ou instruções para participar da brincadeira seria ter coragem de pegar um metrô sem as calças e, ao mesmo tempo, ser capaz de manter uma cara séria, como se nada de estranho estivesse acontecendo: "Sente-se no metrô como faria normalmente. Leia uma revista ou o que você naturalmente faria". Ainda de acordo com a trupe e com o uso das redes sociais, os participantes podem combinar certas ações, como a criação de grupos, um ponto de parada ou estação específica para descer e até se encontrar entre embarques e desembarques.

Outra história é sobre uma turma de estudantes da Universidade do Texas, em Austin (EUA), conhecido como Knighthood of Buh, que deixavam as calças caírem na primeira sexta-feira de maio, em comemoração pelo fim do semestre letivo - nascendo assim o No Paints Day. De maneira informal durante anos, os esforços promocionais, porém, só começaram em 2000, chamando atenção em outros estados e em outros países, como no Canadá, na França, Suécia, Austrália, Finlândia e Reino Unido.




Neste ano, previsto para acontecer em mais de 60 cidades ao redor do mundo, o No Paints Subway Ride, que já possuía a abrangência de mais de 25 países, em 2002, teve para este domingo mais de 7 mil pessoas que compareceram, só em Nova York, confirmando na página do evento no Facebook. Os participantes se reuniram por volta das 15h, em lugares como o Hoyt Playground no Astoria, no distrito de Queens, o Old Stone House no Brooklyn e Foley Square, Manhattan.

Em pleno inverno, ver pessoas no metrô sem as calças é no mínimo "coisa de doido", dizia um dos passageiros ao ver um homem barbudo, de chapéu, luvas e sobretudo, comportando-se na maior naturalidade (ou cara de pau), como se não estivesse só de cueca por debaixo do casaco, com as pernas peludas toda de fora. Os organizadores aconselhavam ainda que, se forem questionados por estarem sem as calças, deveriam responder que "não se sentiam bem com elas", sem dar muita importância.

A ação coletiva está registrada no documentário We Cause Scenes, disponível no Netflix. Veja abaixo algumas fotos e vídeos relacionados:

No Pants Subway Ride 2016

Playlist The No Pants Subway Rides - 2010 - 2016




Um comentário:

Deixe aqui seu comentário ou envie sugestões, fotos e vídeos para homemrg@gmail.com