18 de ago de 2014

Os gigantes e os escravos de He Thong

Gay Huge Sex Slave

He Thong Art é um blog que reúne centenas de ilustrações homoeróticas em 3D (para cartoons). Os personagens e universo retratados vão dos gigantes cultuados na Antiguidade, guerreiros, heróis, incluindo a cultura BDSM e as emblemáticas figuras do mestre e do submisso. Ou o maior contra o menor, o mais forte contra o mais fraco ou, ainda, o carrasco e a vítima.

Escravos. Para o dominador, o prazer se inicia no simples fato de ter, no sentido de posse mesmo, o outro. Ter gente ao seu comando, ao seu dispor ou em plena subserviência, como se fossem bonecos vivos. Marionetes - é o que parece querer ter nas mãos os perversos ou cúmplices da dominação sexual, manipulando, literalmente, o dominado.

O mesmo é realizado pelo autor das ilustrações (site hethongart.blogspot.com), fazendo o que bem entende com as figuras, dispondo-as a seu bel-prazer - geralmente em posições e situações extremas, bondage (amarrações), piercing (dependurado), em plena atividade sexual ou guardados feito ferramentas no porão. O exagero nas formas físicas das figuras representadas é propositalmente relacionado ao grau de poder (importância ou divindade) de cada personagem ou entre as partes do corpo de maior intenção erótica. Aqui, o dominador é geralmente o gigante, numa escala de poder sobre o outro, capaz de carregar nos braços, sem esforço, um pau de arara cheio de escravos. Por sua vez, o escravo é representado como objeto, mercadoria, parte de estoque e até cobaia para mutilar, tornando-se ainda mais dependente do Master (Mestre).

Embora de estética aparentemente artificial (virtual, 3D), feito bonecos de plástico, é possível ver sutilezas como em certos detalhes na interação entre as figuras, como o 'tônus muscular' do toque em peles e músculos firmes, lisos e, por que não, suados. A partir de 2010, as figuram ganham também pêlos, aumento ainda mais a identificação homoerótica.





As situações ou alegorias se passam em diferentes lugares e épocas ou, simplesmente, pin-ups e retratos de cenas com fundo escuro, podendo ser este um lugar secreto ou um devaneio obscuro. Assim, a teatralidade é inspirada nos próprios teatros greco-romanos da Antiguidade Clássica, seja nas cenas dionisíacas ou nos pormenores da luxúria 'fotografado'. São lugares mágicos, muitas vezes sombrios, de total prazer e mais nada.

Os gigantes. Herói e alter ego, "sonho de consumo". Os guerreiros de Esparta, Troia, Pérsia, entre outras civilizações que cultuavam o macro e a abundância, iconizados na figura do grande herói - os gigantes da história. A macrofilia do todo-poderoso (absolutismo) e dono de escravos em He Thong vai de Golias a gente comum (nem tanto), numa proporção em que o escravo, de pé, fica com a virilha do gigante na altura da sua visão. A figura do gigante também é lembrada pela crueldade, tirania, vindo a calhar com seu coadjuvante (e não menos importante), o escravo. Esta personificação do exagero é igualmente desumana, assim como os gigantes, ao comparar nossos desejos mais sórdidos com aqueles julgados pela sociedade como normais.







Em momentos de delírio, na masturbação por exemplo, ou nas artes, buscar a culminância, extrapolar os limites da razão, imaginar situações impossíveis porém reais no nosso íntimo: imaginar se esbaldar num membro de tamanho colossal, sumir no meio de uma bunda enorme ou ser encochado por um fortão. Por outro lado, o gigante aqui miniaturiza a figura humana, colocando todas elas em seu favor, como escravos - sendo ele predominante, inverte os papéis transformando todo o resto em anões.

As peculiaridades na arte de He Thong vão além de ilustrações de cenas de sexo explícito ou momentos de intimidade underground hardcore. O que é retratado são confissões de desejos intensos, inicialmente do autor, podendo ser identificado, rejeitado ou contemplado pelo espectador - o então voyeur dessas histórias.


Galeria Homem RG:

He Thong Art
Os gigantes e os escravos de He Thong



























































Veja mais em He Thong Art

5 comentários:

  1. ADORO GIGANTES SÃO TÃO MUSCULOSOS ENORME TEM GENTE Q TEM UMA VERDADEIRA TARA POR ISSO ADORA AS HISTORIAS DE GULIVER ELE ERA TÃO TESUDO

    ResponderExcluir
  2. tenho vigorexia adoro mosntors gigantes e fortes fiquei de pau duro com as iimagens 4 10 47 que belos rabos e coxas peludas o autor é fatanstico passa muito tesao pra gente

    ResponderExcluir
  3. porra musculosos como touros bundas # 4 e # 5 SÃO TESUDISSIMAS redondas e cabeludas o pau dos caras parecem de cavalos que vontade chupar um pauzão desses adorei o trabalho desse autor webbloger eu não sei se é normal mas bato muita punheta vendo estes desenhos e sinto atração por eles com se fossem criaturas reais é normal isso? vc tabme se masturba vendo esses persongens?

    ResponderExcluir
  4. gigantes das civilizaçoes antigas são um delirio de machos adorei a versão com pelos pubianos e coxas cabeludas dando mais virilidade a imagem 10 11 12 13 são as melhores o gigante tendo seus pau e cus devorados pelos anões acho que deve ser o gulliver não?

    ResponderExcluir
  5. também tenho mt tara com isso, nem sabia que tinha pessoas que tinham o mesmo interesse

    ResponderExcluir

Deixe aqui seu comentário ou envie sugestões, fotos e vídeos para homemrg@gmail.com